JÓIAS, PESSOAS, FASHION, DICAS

quinta-feira, 25 de março de 2010

V.I.P.

Nossas queridas e lindas amigas Mônica Silveira e Lise Crippa Mendes, em compras na Prada de Las Vegas. Básico, né?
Lise, aliás, é a aniversariante homenageada deste domingo. Beijos querida!!!

domingo, 21 de março de 2010

sexta-feira, 19 de março de 2010

DIAMANTES, ETERNOS MELHORES AMIGOS



Diamante é o nome da gema (pedra) que a natureza criou há bilhões de anos atrás pela cristalização do elemento carbono (C), sob altas condições de temperatura e pressão. Brilhante é na verdade, um determinado tipo de lapidação do diamante (foto ao lado), sempre redonda, com 57 ou 58 facetas. Essa lapidação é a mais comum e a que tem mais demanda no mercado, por oferecer justamente o melhor efeito de brilho possível para um diamante.

Então diamante é a pedra e brilhante é o tipo de lapidação, porem não há problema em se referir a um diamante desta maneira, desde que a lapidação esteja de acordo.

PÉROLA, A FILHA DA LUA

PÉROLA – A FILHA DA LUA

A primeira classificação que se aplica à pérola é entre pérolas naturais e pérolas cultivadas.
A pérola natural é o produto de um acidente natural: um grão de areia, larva ou parasita penetra na ostra e nela se aloja. A ostra, como reação ao intruso, começa a secretar uma substância chamada conchiolina e acima desta produz camadas e camadas de nácar que contém principalmente o carbonato de cálcio , ou madrepérola (concha dos moluscos) que envolvem totalmente o corpo estranho, dando forma à pérola.

A pérola cultivada é um produto natural, produzido por um molusco exatamente da maneira como se produz uma pérola natural.

Os grandes produtores de pérolas cultivadas do mar são Austrália, China, Polinésia Francesa, Japão, Indonésia, Coréia e as Filipinas. Pelo fato de surgirem em número de uma ou duas de cada vez, as pérolas de água salgada são mais caras do que as de água doce ( em cujo molusco de produzem de 15 a 20 pérolas por vez).

As pérolas de água doce mais conhecidas são as do lago Biwa no Japão, que infelizmente está cessando sua produção: em compensação a China está ampliando a sua, produzindo pérolas em vários formatos, inclusive redondas em várias tonalidades de cor.

As pérolas cultivadas são encontradas numa grande variedade de cores, com laranja-claro, médio e escuro, lilás, violeta, roxo, azul, bege, marrom, tons esverdeados, dourados, rosadas, cinza e preto.

Entre as suas categorias mais importantes:
1) Akoya: São consideradas as mais perfeitas entre as pérolas cultivadas. São perfeitamente redondas, seu lustre ou nácar é intenso, o que as tornam muito apreciadas. Chegam a 10 mm e os seus preços são bem altos. Produzidas no Japão e China.

2) Mares do Sul (South Sea) : Estas são as maiores pérolas produzidas por cultivo, chegam quase aos 18 mm.
São cultivadas por mais tempo do que as outras pérolas, têm mais camadas de nácar e seus preços são altíssimos. Seu maior produtor é a Austrália.
3) Pérolas Negras: As pérolas negras cultivadas são pérolas grandes em cores naturais que vão do cinza ao preto e que podem ir dos 8 até os 14 mm. Sua cor mais procurada é o verde- pavão (cor negra com reflexos esverdeados e róseos). São raras e muito caras, especialmente sua cor é natural. O Taiti é o líder mundial na produção da melhores pérolas negras

terça-feira, 9 de março de 2010

MODA NO RED CARPET 2010 E FESTAS "AFTER"

Os brincos estilo “abraça orelha” foram os mais vistos. Charlize Theron usou em diamantes de Harry Winston.





Jennifer Lopez também aderiu aos botões de diamante:



Amanda Seyfried usava mega pulseiras, e brincos do tipo que abraçam a orelha, de Lorraine Schwartz.






Os nudes da noite ficaram por conta do Elie Saab de Ana Kendrick, que foi super elogiada pelo look, e o Armani Privé que conseguiu deixar Demi Moore ainda mais linda. Miley Cirus foi fiel aos seus dezessete anos e ficou uma graça com um vestido Jenny Peckham que tinha um quê de corset. O cabelo também foi perfeito para ela.

No detalhe, as jóias de Demi Moore



E de Miley Cyrus:





Diane Kruger e Sarah Jessica Parker brilharam vestindo Chanel Haute Couture.
Diane tinha o penteado mais lindo da noite e SJP investiu em um make que deixou seus olhos mais incríveis ainda. Rachel McAdams estava gracinha de tudo com seu Elie Saab. O coque fofinho no alto foi o mais visto...

Sarah, aliás, arrasou nas pulseiras:



E mais:

PENELOPE CRUZ EM TOMARA-QUE-CAIA DONNA KARAN



No detalhe, os brincos em estilo "chandelier", que Regalità ama...



MARIAH CAREY DE VALENTINO E BRACELETES H STERN



No detalhe:





KRISTEN STEWART, DA CINESSÉRIE CREPÚSCULO COM TOMARA-QUE-CAIA MONIQUE LHULLIER E BRACELETE H. STERN



KATE WINSLET COM COLAR TIFFANY DE US$2,5 MILHÕES



No detalhe, as jóias de Kate:





JANE SEYMOUR



ELIZABETH BANKS EM LONGO VERSACE E DIAMANTES FRED LEIGHTON



CAMERON DIAZ, MARAVILHOSA





MARISKA HARGITAY MERECEU DESTAQUE:



domingo, 7 de março de 2010

HOMENAGEM À GRAZI




A homengagem principal da Regalità no DIA INTERNACIONAL DA MULHER é para nossa querida GRAZIELA SONEGO SPILLERE que, com sua educação, delicadeza e meiguice sabe conquistar tantas amizades... Obrigada por tudo Grazi, SUCESSO SEMPRE!!!

REGALISTYLE - FERNANDA E FLÁVIA

FERNANDA STEINER, na formatura da festa Joana, com pulseiras e anel totalmente REGALITÀ:




FLAVINHA COLLE, estudante de moda e design, com mão espalmada REGALITÀ:

sábado, 6 de março de 2010

AINDA CHANEL



Flor fetiche de Mademoiselle, camélias fazem parte do espírito e DNA da Chanel assim como as bolsas matêlasse, pretinhos básicos, voltas de pérolas e mulheres elegantes.
Na joalheria, a maison não deixou por menos, trazendo diversas criações com diamantes brancos, negros, ouro e agora as recentes novidades que já viraram um verdadeiro must-have, os anéis de camélias esculpida em ônix ou ágata, em dois tamanhos e versões em ouro branco e amarelo.
Nada mais elegante e feminino do que flores!

HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER



"Gosto, sim, de mulheres ousadas, daquelas que não têm receio de assumirem-se lindas, sexys e maravilhosas. Mulheres que sabem bem o que querem - e o que não querem! - sem se importar com conceitos antiquados ou tabus.
Mulheres de um novo tempo: o tempo delas! O tempo de elas serem tudo o que podem e o que quiserem ser, após tanto tempo de repreensão. Mulheres ousadas são, sim, mulheres que ultrapassam fronteiras, são verdadeiras agentes de transformação de uma sociedade ainda tão hipócrita.
Gosto de mulheres ousadas, por que reconheço que as mulheres têm todo o direito do mundo de assumir sua feminilidade, de aproveitarem as coisas boas da vida, e de serem imensamente felizes - até por que poucas coisas no mundo são tão belas quanto um sorriso feminino. E eu simplesmente adoro o sorriso das mulheres ousadas."

Augusto Branco


Queremos agradecer neste dia a todas as clientes e amigas, a maioria não incluídas nas fotos, subtraídas do site de relacionamento "orkut". PARABÉNS E SUCESSO MENINAS

VICTOIRE DE CASTELLANE PARA DIOR



Victoire De Castellane é a excêntrica diretora de criação da Dior Haute Joaillerie desde 1999, constando também em seu currículo 14 anos de trabalho com Karl Lagerfeld na maison Chanel, onde criava as bijoux da marca.
O trabalho de Victoire de Castellane é totalmente inusitado, é realmente uma obra de arte seus tesouros bizarros, que alguns chamam de uma mistura do kitsch com o precioso. Incrível como a designer consegue transformar a realidade ao seu redor, como: flores, plantas, frutas ou insetos em uma jóia mais do que original, volumosa, com cores super vibrantes e com tanta vida. Parece um brinquedo de adulto! Seu escritório é repleto de objetos que a trazem inspiração, como: toy art, comidinhas de borracha, fios de plástico coloridos, borboletas, miniaturas e personagens da Disney. Segundo ela, uma jóia tem que ser criativa, não basta ter apenas um valor monetário.
Victoire De Castellane: "...eu não tenho a sensação de estar trabalhando e sim, brincando, mas com coisas reais”

CHOCOLATIER



Quem costuma ler a revista Harper's Bazaar deve ter se deparado com várias propagandas da joalheria Le Vian, mostrando suas peças cravejadas com "chocolate diamonds".

Diamantes chocolate, cognac ou champagne como preferirem, são nomes fantasias usados para os diamantes marrons. Antigamente eles tinham uso somente industrial, mas desde 1980 passaram a ganhar espaço na joalheria, quando começaram a aparecer em abudância nas minas da Austrália. Sua cor é causada pela presença em excesso do elemento químico Nitrogênio e por veios ou fibras de coloração marrom existentes na estrutura atômica do diamante. L I N D O S!!

COCO CHANEL & FULCO DI VERDURA




Na década de 30, Fulco Santostefano della Cerda, o Duque de Verdura, foi contratado por Mademoiselle Chanel como designer têxtil da maison. A dupla dividia tanto a fascinação pela joalheria como também, uma visão rebelde. Assim o talento e espírito inovador de Fulco di Verdura foi logo reconhecido, passando a ser o designer responsável pelas bijoux da Chanel.
Fulco di Verdura e Coco Chanel viajaram o mundo em busca de inspirações, visitando exposições e museus, mas foi a arte bizantina que mais os chamou atenção. O uso de pedras coloridas (esmeraldas, safiras e rubis), verniz (esmalte), pérolas e excesso de detalhes, são as características mais marcantes das jóias do Império Bizantino (330–1453). Foi nesse período que o signature motif de Verdura foi criado, a famosa cruz de Malta.
Nascido na Sicilia, Verdura foi muito influenciado pela imagem da cruz de Malta, que era o símbolo dos cavaleiros da Ordem de Malta, ordem militar e hospitalaria cristã dos anos de 1530. Ao mesmo tempo, Coco Chanel tendo passado sua infância e adolescência sendo criada por freiras em um convento, também tinha as imagens de cruz muito presente em sua vida. Com o passar dos anos a dupla fe
Fez inúmeras reinterpretações da cruz de Malta, de colares e broches até seus famosos braceletes de verniz com pedras coloridas em diferentes orientações (na foto sendo usado por Coco Chanel).
Os braceletes largos e pulseiras escravas são o must have da nova estação!!!

NOIVAS - IVANKA TRUMP

 


Ivanka Trump casou-se no final de outubro de 2009 com uma festa super privada no Trump National Golf Club de Bedminster em New Jersey, pertinho de Nova York. Ela usou um vestido inspirado em Grace Kelly e feito exclusivamente para ela por Wang.
Para adornar-se, ela elegeu as seguintes jóias: 
  • Um enfeite de cabelo (hairpin) que foi feito especialmente para a ocasião, todo em platina com um total de 6.38cts de diamantes de lapidação mixed-cut, que como o nome já diz, é um corte que combina dois tipos de lapidação, a esmeralda e a brilhante.
  • Um par de brincos cluster com 9.67cts diamantes mixed-cut .
  • No pulso, um bracelete de platina com 26cts de diamantes no estilo Art Deco, que Regalità ADORAAAAAAA
  • Para finalizar e deixar todo mundo com água na boca, THE engagement ring! Que está na foto acima, um cushion-shape de “apenas” 5.22 cts. 






E por falar em Ivanka,  além de vice-presidente executiva do The Trump Organization, socialite e herdeira, há poucos anos atrás decidiu se aventurar no mundo da joalheria.

Em 2006, Ivanka Trump juntou forças com a Dynamic Diamond Corp, um sightholder da De Beers, ou seja, uma das apenas 8 empresas que têm acesso direto na compra de diamantes da super-poderosa De Beers, posto ocupado só por aqueles que passaram por uma triagem minuciosa em qualidade e confiança pela gigante de diamantes.

Com um sócio de peso que possui a principal matéria-prima, o diamante, na sua melhor qualidade e grande quantidade, coube a moça, cuja marca leva seu nome a ser a responsável pelo design e estilo de suas peças.
Sua primeira coleção foi lançada em setembro de 2007 na própria boutique Ivanka Trump que fica no hot-spot do consumo nova-iorquino, na Madison Avenue entre as ruas 61 e 62, uma loja super fofa, charmosa, florida e cheirosa, um verdadeiro jewelry-box

Suas peças normalmente usam metais brancos (ouro branco ou platina), acompanhados principalmente de diversas lapidações de diamantes incolores, pérolas, ônix, cristal de rocha, ágata branca e espinélio negro.
Porém com a volta do uso  do ouro rosa e amarelo 18K, uma nova linha foi introduzida pela designer para suprir a demanda das donzelas pelo “novo” metal.

Hoje marca conta com 10 coleções já lançadas e o estilo das jóias, pode-se chamar de uma interpretação moderna do clássico, com peças bastante jovens e elegantes, trazendo a memória linhas geométricas e o contraste do estilo Art Deco dos anos 20 a até resquícios da década de 60 em outras peças.

Quem for a Nova York, vale a pena passar por lá!

sexta-feira, 5 de março de 2010

TEM QUE TER...


Os patuás continuam em alta, afinal de contas, proteção nunca é demais!!!!! Aposte e invista na tendência que segue firme nas cruise collections européias para o próximo verão do velho mundo...

PRECIOSAS?


A palavra semipreciosa surgiu no início do século passado, provavelmente oriundo de grandes joalheiros do hemisfério norte que costumavam trabalhar com apenas quatro famosas pedras: diamante, safira, rubi e esmeralda.

Eles pouco conheciam as pedras vindas do Brasil e rapidamente as classificaram de semipreciosas.
O motivo principal talvez fosse pela fragilidade em relação às quatro pedras acima citadas, mas isto também é uma inverdade, uma vez que uma água marinha tem a mesma dureza da esmeralda e ambas fazem parte da família dos berilos.
Precioso, no caso das gemas, é uma soma de atributos muito bem definido e a França foi o primeiro país a reconhecer isto. Desde 14/02/2002 uma lei proíbe o uso da palavra semipreciosa em qualquer documento escrito sobre gemas naturais.
Só um parênteses: A Lei francesa, define o que é pedra preciosa: Toda aquela com grau de dureza maior do que o vidro, ou seja, acima de 6 na escla Mohs (sim, as pedras brasileiras estão acima de 6); Toda aquela que tem aspecto agradável, em ternos de cor, brilho e cintilação. E, por fim, toda aquela que é incomum, mas não tão rara a ponto de ser impossível de se encontrar.
Concluindo, as pedras podem ser mais ou menos valiosas em função do tamanho ou da intensidade de cor. Ametista, topázio imperial, topázio azul, água marinha e tantas outras são pedras preciosas, algumas podendo valer mais do que diamantes. Portanto, nossas pedras já não sofrem mais com o pejorativo e falso adjetivo semiprecioso. E você pode riscar do seu dicionário essa palavra pra lá de preconceituosa!

GREEN GOLD

As pedras verdes são a marca da nova estação. Esmeralda, jade e topázio green gold.
A revista Vogue americana de outubro acaba de fazer uma matéria sobre jade (“The Green Movement”) .
Karl Lagerfeld, para Chanel, lançou a tendência na coleção Chanel Fall/Winter 2009/2010, com formas geométricas nas criaçōes de jóias, todas feitas com esmeraldas colombianas, jade verde ou rosa, quartzo (calcedônias pretas ou ônix) em círculos ou linhas retas, com ou sem diamantes. Segundo Karl: “there are no logos, but it still looks very much Chanel!”